Quanto de proteína precisamos?

"Um artigo muito oportuno da minha amiga Sophie Egan sobre proteínas na dieta. Eu concordo que a deficiência absoluta de proteínas seja improvável para a maioria das pessoas no ambiente alimentar moderno (embora os veganos completos tenham desafios especiais). Muitas proteínas - 450g de um bife - podem superestimular a insulina, com efeitos potencialmente adversos sobre o risco de doença crônica. No entanto, a proteína tem outros benefícios além de atender às necessidades biológicas mínimas. Há evidências de que as ingestões diárias moderadamente acima das recomendadas 46 g (mulheres) e 56 g (homens) podem ter benefícios para o metabolismo e controle de peso." Dr David Ludwig

Artigo da Coluna ASK Well do The New York Times

Por SOPHIE EGAN
 


Pergunta: Parece que atualmente muitas pessoas que não são atletas de elite estão super focadas no consumo de proteínas. Quanta proteína o adulto médio precisa consumir diariamente?


Resposta: A ingestão recomendada para um adulto saudável é de 46 gramas de proteína por dia para mulheres e 56 gramas para homens. E enquanto a desnutrição proteica é um problema para milhões de pessoas em todo o mundo, para o adulto médio nos países desenvolvidos, estamos comendo muito mais proteínas do que realmente precisamos.

A maioria dos adultos americanos come cerca de 100 gramas de proteína por dia ou aproximadamente o dobro da quantidade recomendada. Mesmo em uma dieta vegana, as pessoas podem facilmente ter 60 a 80 gramas de proteína ao longo do dia a partir de alimentos como feijão, legumes, nozes, brócolis e grãos integrais.

O Hartman Group, uma empresa de pesquisa de consumo que vem realizando um estudo sobre a cultura alimentar americana nos últimos 25 anos e contabilizando, descobriu que atualmente quase 60 por cento dos americanos estão tentando aumentar a ingestão de proteínas. Muitos estão evitando açúcar e carboidratos simples e se voltam para alimentos ricos em proteínas, lanches e suplementos. A empresa chama a proteína "a nova low fat" ou "a nova low carb", até "o novo tudo quando se trata de dieta e energia".

"As donas de casa agora não podem ficar sem proteínas", diz Melissa Abbott, vice-presidente da empresa de pesquisas culinárias. "É que há muito tempo consumimos muitos carboidratos altamente processados. Agora temos castanhas, ou um ovo de novo, ou mesmo gordura até ficarmos satisfeitas para ajudar "durante o dia".

Em suas pesquisas, a Sra. Abbott disse que parece que ela sempre vai achar carne seca em bolsas de ginástica e barrinhas de proteína em pastas de laptop ou porta luvas. Muitos consumidores, ela observa, dizem ter medo de que, sem proteína suficiente, vão enfraquecer, como o medo de falhar, ou "chegar a exaustão", como acontece com os atletas de elite.

Mas a maioria de nós está recebendo mais proteína do que suficiente. E poucos parecem estar cientes de que pode haver riscos a longo prazo de consumir muita proteína, incluindo um potencial aumento do risco de danos aos rins.

___________________




Sugestões de livros sobre a Dieta Paleo - Low Carb? Veja aqui

 Siga MENOS RÓTULOS no Facebook e Instagram
 As informações contidas neste blog são relatos pessoais, ou artigos traduzidos com as devidas referências, não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer condição médica e não devem ser usadas como um substituto para o cuidado e orientação de um médico / nutricionista.