Por que você está sempre com fome - por Jason Fung


Como você lida com a fome? Todos nós pensamos que comer mais vai evitar a fome, mas será que isso é realmente verdade? Isto é o que está por trás das orientações para comermos 6 ou 7 vezes por dia. Se você pode evitar a fome, então você pode fazer melhores escolhas alimentares, ou comer menos. Olhando por cima, parece bastante razoável. No entanto, superficialmente, o paradigma das calorias que entram menos as calorias que saem, também parece bastante razoável. Como o ouro do tolo, as aparências podem enganar, e nós devemos cavar mais profundamente para apreciar a verdade, se não, seremos os tolos. Então, vamos pensar um pouco mais sobre isso.

Por Jason Fung

Texto original aqui. Tradução: Regiany Floriano


As recomendações para comer o tempo todo para evitar a fome, presumem que comer um pouco vai evitar a fome. Existe alguma evidência de que isso seja verdade? A resposta seria um grande e gordo NÃO. Alguém inventou isto, e tem sido repetido tantas vezes que as pessoas acreditam como verdade. Mais que isto, tem sido intensamente divulgado pelas indústrias de lanches e petiscos para garantir que as pessoas continuem a comprar seus produtos.

Vamos ver algumas situações análogas. Suponha que você precise urinar. O que é mais fácil?

  • Segurar a vontade até encontrar o momento certo / local.
  • Urinar apenas uma pequena quantidade e parar voluntariamente. Fazer isso repetidamente ao longo do dia.

Você e eu sabemos muito bem que uma vez que a urina comece a sair, não há como parar até que a bexiga esteja esvaziada.

E como seria nesta situação? Suponha que você está com sede - o que é mais fácil?
  • Manter a água fora de vista e esperar até encontrar o momento / lugar certo para poder beber até matar a sede.
  • Beber um gole de água e voluntariamente parar de beber enquanto olha para o copo cheio de água gelada. Faça isso repetidamente ao longo do dia.

Mais uma vez, você e eu sabemos que uma vez que você comece a tomar esse primeiro gole, não vai parar até que o copo esteja vazio. Em ambos os casos, é mais fácil esperar. Depois de começar algo, é mais fácil continuar até ficar satisfeito (bexiga vazia, sede saciada, fome saciada). Como com tudo na vida, há uma certa inércia (a tendência de continuar fazendo o que você está fazendo) para beber, comer e urinar. É como o meu filho. É difícil colocá-lo banho. Uma vez que ele esteja no banho, é difícil tirá-lo do banho. Mas este é um comportamento normal. Então, por que admitir que isso não se aplica ao ato de comer?

Algumas pessoas querem que você acredite que comer uma pequena quantidade vai te encher para que possa evitar comer tanto. Se isso fosse verdade, qual é seria a função de um aperitivo? O hors d'oeuvre é literalmente servido "fora da refeição principal". Para qual propósito? Por que vamos estragar o nosso jantar e não conseguir comer o que o anfitrião preparou durante todo o dia, se já estamos satisfeitos? Sério? Não. A função de um aperitivo é que este é um pequeno pedaço saboroso para nos fazer comer mais.


Em francês, isso também pode ser chamado de amuse bouche - que significa literalmente "algo que diverte a boca". Por quê? Por que assim comeremos mais.

Não é servido para te saciar, para que você não consiga comer a requintada refeição preparada pelo chef. Praticamente todas as culturas têm essa tradição para aguçar o apetite, e não para tirar a vontade de comer. Então, comer uma pequena porção, menor do que a quantidade de comida para nos deixar saciados, nos deixa com mais fome, não com menos. Assim, comer um pouco, o suficiente para nos fazer ficar com fome, e daí voluntariamente parar, vai exigir uma enorme força de vontade durante todo o dia. Não é uma boa ideia.

Agora pense em um momento em que você não estava realmente com tanta fome, mas era a hora do café da manhã. Então você começa a comer porque as pessoas sempre disseram que é a refeição mais importante do dia. Para sua surpresa, assim que começar a comer, você termina uma refeição inteira normalmente. Antes de começar a comer, você poderia ter pulado facilmente a refeição e estaria satisfeito. Mas quando você começou a comer, você comeu tudo. Isto já te aconteceu? Já aconteceu comigo muitas, muitas vezes, principalmente porque estou sempre ciente desse fato.

Comer ESTIMULA o apetite. Entendido, McFly? Sabemos disso há pelo menos 150 anos! Comer o tempo todo para que você coma menos parece realmente estúpido, porque é realmente estúpido. Não caia nessa. Se você ouvir um médico ou nutricionista dando este conselho, corra longe, muito longe, bem rápido. Eles vão literalmente te matar com seus conselhos idiotas.

Como ficar com fome

Então, qual seria a outra maneira realmente eficaz para aumentar a sua fome e sabotar seus esforços para perder peso? Dietas reduzidas em calorias, é claro. O controle da porção ou redução calórica como primária (CRAP),a estratégia de perda de peso que sempre deixa você com fome. Este é um fato comprovado.
 
Em um estudo bem conhecido sobre a obesidade, os pesquisadores fizeram os indivíduos perderem 10% do seu peso corporal e, então acompanharam seus níveis hormonais ao longo do próximo ano. A Grelina (mais sobre este assunto num próximo post) é conhecida como o hormônio da fome - os níveis mais elevados significa que estão com mais fome. O Peptídeo YY é o hormônio da saciedade - níveis mais altos significa que você está mais saciado.

Após um ano de manutenção do seu peso, houve uma diferença substancial nos níveis de hormônios do paciente. Grelina está muito alta (mais fome). O peptídeo YY muito mais baixo (mais fome). Isso se traduziu em uma diferença mensurável na fome entre os grupos.

O grupo de perda de peso está comprovadamente com mais fome porque seus hormônios estão os levando a ter mais fome. Isso é muito importante, porque há uma tendência a ‘jogar a culpa na vítima'. Quando as pessoas seguem o conselho do CRAP e depois recuperam seu peso porque estão com fome, as pessoas pensam 'ah, elas não têm força de vontade'. O que "NÃO É O CASO DE FORMA ALGUMA”.

Elas são hormonalmente levadas a comer pela fome, então devemos parar com as acusações silenciosas de que as pessoas podem controlar a fome. Não é culpa delas. O problema não é com as pessoas, o problema é a recomendação para comer porções menores. É uma estratégia garantida para fracassar. Afinal, a fome é um dos mais fortes instintos básicos de sobrevivência. Sim, podemos suprimir por alguns dias. Mas podemos fazê-lo dia após dia, semana após semana, ano após ano?
As pessoas que perderam peso estão fisicamente, comprovadamente com mais fome do que aquelas que não. Você não pode resolver este problema da perda de peso a longo prazo até que você compreenda como travar a fome. Qual é a resposta?

Bem, no caso de você não ter percebido ainda, este é apenas mais um artigo da série sobre o jejum, e a resposta é jejum. Há uma certa lógica aqui. Se você comer o tempo todo, você terá mais fome. Se você comer menos, você terá menos fome. Como isso funciona? Vamos ver no próximo artigo.


Leia também:





Sugestões de livros sobre a Dieta Paleo - Low Carb? Veja aqui

Saiba das novidades do Menos Rótulos por e-mail:
 Siga MENOS RÓTULOS no Facebook e Instagram
 As informações contidas neste blog são relatos pessoais, ou artigos traduzidos com as devidas referências, não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer condição médica e não devem ser usadas como um substituto para o cuidado e orientação de um médico / nutricionista.