Dúvidas? Dr Fung Responde


Por que eu podia comer o que eu queria antes e não ganhava peso?


Por que muitas pessoas podem comer pizza, cola, macarrão e quase tudo o que querem na adolescência ... e de repente em seus 20 e poucos anos de idade ganham peso só de olhar para isto?

Aqui tem algumas perguntas e respostas sobre jejum intermitente e low carb com o Dr. Jason Fung:


Resposta à glicose após a reversão do diabetes?

Estou me dando muito bem com o jejum, mas me recuso a testar minha tolerância à glicose até atingir meu objetivo. Dito isto, eu não consigo encontrar a resposta para a seguinte pergunta em seu site, ou no site Diet Doctor ...

Quando você reverte a diabetes, existe a possibilidade de ter novamente uma resposta de  "pessoa normal" a uma grande dose de glicose? Eu sei que meu objetivo a longo prazo é manter o jejum como parte do meu estilo de vida, mas eu adoraria poder ter uma refeição normal com minha família em férias (por exemplo).

Bruce


Sim, você pode ter uma refeição normal com sua família. No entanto pode ser necessário aumentar o jejum após as férias. Considere a analogia do açucareiro. Seu corpo é como se fosse um açucareiro. Ao longo de várias décadas, as células do seu corpo se enchem de açúcar, como o pote de açúcar. Uma vez cheio, qualquer açúcar que você coma, vai transbordar no sangue. Isso é essencialmente a resistência à insulina. A quantidade normal de insulina não pode mais forçar o açúcar para dentro das células porque elas já estão cheias. É um fenômeno de transbordamento.

Quando você reverte a Diabetes T2, a maioria das pessoas só fazem o suficiente para não derramar mais açúcar no sangue, mas a tigela não está vazia. Simplesmente não transborda. Então, voltando a uma dieta "normal", você vai rapidamente derramar açúcar e a diabetes estará de volta. O processo de resistência à insulina e transbordamento é o mesmo. É por isso que tantas pessoas dizem que a diabetes 2 não é curável. Se você realmente quer esvaziar seu pote de açúcar, isso poderia significar jejum todos os dias por 5 ou 10 anos para reverter os 20-30 anos que o precederam.

Dr. Jason Fung


Por que eu podia comer o que eu queria antes?


Oi,
Fiquei me perguntando por que eu poderia comer pizza, cola, macarrão e quase tudo o que eu queria na minha adolescência ... e de repente nos meus 20 e poucos anos eu ganho peso só de olhar para isto?
Ole


Porque todos os refrigerantes e massas estavam lhe causando fígado gorduroso e resistência à insulina sem você perceber. Mais uma vez, voltando à analogia do açucareiro, as células de seu corpo estão se enchendo de açúcar, mas você não percebe. Uma vez que começa a transbordar, você fica com resistência à insulina, fígado gorduroso e a mesma pizza e refrigerantes agora se transformam diretamente em gordura.


Dr. Jason Fung

Saiba mais sobre a resistência à insulina e como reverter isso: Um Novo Paradigma de Resistência à Insulina


É possível não perder peso durante o jejum prolongado?


Fim do terceiro dia de jejum e sem perda de peso. Eu tomei café, chá quente, água e caldo. Eu me sinto ótima e sem problemas, então eu não estou tentada a desistir, mas vai fico na mesma. Mas ... como não consigo nenhuma perda de peso, e apenas como só uma leve cetose?

Rebecca

Já vi isto muitas vezes, isto é porque o peso corporal não é uma boa referência do que está acontecendo. Normalmente vemos a diminuição da circunferência da cintura e o peso fica estável, o que significa que você está perdendo gordura visceral (o tipo mais perigoso) e talvez ganhando alguma massa magra devido ao hormônio de crescimento aumentado.


A cetose é diferente. Em algumas pessoas, as cetonas não aumentam tão rapidamente quanto a glicose cai. O jejum normalmente fará com que o corpo seja mais eficiente na produção de cetonas, por isso o corpo leva algum tempo para se adaptar.


Dr. Jason Fung



Mais















Sugestões de livros sobre a Dieta Paleo - Low Carb? Veja aqui
Saiba das novidades do Menos Rótulos por e-mail:
 Siga MENOS RÓTULOS no Facebook e Instagram
 As informações contidas neste blog são relatos pessoais, ou artigos traduzidos com as devidas referências, não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer condição médica e não devem ser usadas como um substituto para o cuidado e orientação de um médico / nutricionista.