Como ajudar na transição de seus filhos para a Low Carb




Como você pode colocar as crianças para comer comida de verdade low-carb?

Este é um guest post do site Diet Doctor escrito por Libby Jenkinson, uma farmacêutica, mãe de 3 filhos, e fundadora do site ditchthecarbs.com, um dos principais sites low-carb na Nova Zelândia e Austrália. O texto original está aqui (traduzido por Regiany Floriano).


Como fazer a transição das crianças para a Low Carb


No meu artigo anterior, houve uma enorme resposta por parte dos pais. Ficou bem claro que muitos deles querem saber como fazer a transição seus filhos para comida de verdade low carb.


Nós todos queremos que nossos filhos comam comida de verdade e tenham opções saudáveis, mas como é que podemos colocar isto em prática? Como podemos remover os alimentos processados, açúcares e óleos inflamatórios sem ter um motim em família? Abaixo estão as minhas 10 top dicas para ajudar na transição de seu filho para um estilo de vida com comida de verdade low carb.



1: Comece devagar


Nunca é demais salientar. Sua casa não vai ser feliz se você limpar os armários durante a noite e de repente mudar tudo tirando o que eles adoram. Basta iniciar por uma refeição de cada vez. Haverá contratempos ao longo do caminho, mas esta será uma longa jornada e é melhor ter todos a bordo.
Seus filhos tem sorte. Eles vão crescer sabendo dos benefícios de seguir uma alimentação low carb e com um conhecimento nutricional que muitos adultos não têm.


Comece com o café da manhã. Explique que os cereais estão mais para sobremesas e por isto você vai removê-los lentamente de casa. Comece com algo para substituir os cereais, algo que você sabe que eles vão adorar. Pode ser ovos mexidos com queijo, bacon e ovos, sobras da noite passada, linguiças, um smoothie low carb ou você pode oferecer uma mix de sementes ou waffles low carb.


Não atropele muito as coisas no início fazendo muitas refeições especiais. Esta nova forma de comer tem de ser sustentável e se você pensa que vai preparar waffles todas as manhãs, você vai acabar cansando e desistindo. Vá devagar consigo mesmo e com seus filhos. A cada caixa de cereais que acabar, não faça muito alarde, só não troque por outra.




2: As Sobras são ótimas!


Você vai aprender rapidamente a fazer tudo em dobro ou o triplo.Na verdade isto não requer muito mais tempo e esforço, e de repente você estará organizado para os próximos dias. Pense nas sobras sob uma perspectiva diferente: porque oferecer um cereal açucarado quando você pode ter uma refeição na manhã? Por que ter um sanduíche quando você pode requentar a refeição de ontem à noite ou ter uns pedaços de carne assada para misturar com uma bela salada?


As sobras podem ser congeladas em porções individuais para ter uma refeição de emergência que você pode contar. Ao cozinhar salsichas, coxinhas de frango, almôndegas, legumes assados, prepare em dobro e você já vai estar um passo à frente com os lanches escolares organizados para os próximos dias.




3: Dispense o Pão


Isso não tem que ser complicado. Defina que a cada semana você vai ter dois dias de lanche sem pão. Se o seu filho for muito resistente, tente deixar o pão bem fino ou recorra aos envoltórios finos (wraps). Assim o pão aparecerá cada vez menos na lancheira até chegar ao ponto em que já não haverá mais pão em casa, ou só bem de vez em quando. Outra alternativa low carb saudável para substituir o pão é envolver com alface, fazendo wraps de carnes frias.




4: Merendas escolares


Pode ser assustador pensar em como começar mesmo uma lancheira escolar, depois de ter recorrido às barrinhas de cereais, pacotes de bolachas de arroz, e um sanduíche de presunto. Você só precisa de idéias, e muitas delas. Comece a ver as refeições de uma maneira nova. Ignore o jogada de marketing que certos alimentos embalados são ótimos para colocar na lancheira e volte ao básico.


Não se preocupe, eu não vou sugerir que para você cortar queijo em formas de animais, ou fazer flores de cenoura, estamos todos muito ocupados para isso. Na correria da manhã, queremos colocar algumas coisas juntas, que sabemos que serão comidas e não jogadas na lata de lixo. Por isto preparar jantares em dobro e ter legumes já cortados na geladeira facilitam bastante.



5: Envolva suas crianças

Comece perguntando o que eles gostam, e faça uma lista. Você pode se surpreender com as muitas opções de comida de verdade que eles vão te dar. Adicione novos alimentos à sua lista à medida que eles demonstram gostar de novos sabores e texturas. Eles ficarão orgulhosos de si mesmos vendo como esta lista cresce.


Comece a procurar receitas low carb e imprima / salve as receitas escolhidas pelos seus filhos. Deixe-os criar o seu próprio livro de receitas. Leve-os para a seção de produtos hortifruti e deixe-os escolher o que quiserem e podem inventar uma nova receita com o que comprarem. Faça isto ser divertido e simples.




6: Tome somente Água

Absolutamente NADA de bebidas com gás ou bebidas energéticas ou suco de fruta a partir de agora. Permita que eles escolham alguns chás gelados. Eu tenho 11 sabores na minha despensa agora. Meus filhos adoram fazer águas aromatizadas, é divertido e colorido.




7: Ame sua Slow Cooker


A sua panela elétrica (que cozinha lentamente) vai ser a sua ajudante na cozinha. Não há nada melhor do que voltar para casa no final de um longo dia e ter uma refeição que ficou cozinhando em fogo brando. Muitas refeições podem ser preparadas na noite anterior na slow cooker e colocadas na geladeira. Tudo que você tem a fazer é colocá-la na slow cooker pela manhã e ligá-la. Você pode até mesmo deixar os vegetais frescos prontos para cozinhar quando for a hora do jantar. E lembre-se, as sobras são ótimas, assim, faça em dobro e congele o resto ou desfrute ao longo dos dias seguintes.



8: Comedores Seletivos


Posso garantir, cada casa terá pelo menos um comedor exigente. Muitos pais permitem que eles comam tudo o que puderem, sempre que puderem. Isso só agrava o problema. Deixá-los comer continuamente significa que não vão ficar com fome antes de uma refeição.


O Jantar será sempre mais atraente se você estiver realmente com fome. crianças exigentes  acabam recebendo energia através de alimentos nutricionalmente fracos como pães, iogurtes aromatizados, barras de cereais, biscoitos e lanches processados. Eles estão beliscando continuamente e nunca terminam o seu jantar - que deve ser baseado simplesmente em comida de verdade.


Meu filho de 8 anos é o comedor exigente da nossa casa. No jantar ele sabe que tem permissão para deixar um pouco dos vegetais no prato. Ele não percebe que eu dei um pouco a mais de vegetais, mas acaba comendo mais desta forma. Ele sente que tem algum controle sobre a sua refeição todas as noites.



9: Lanches


Os americanos atualmente gastam mais em lanches do que com as refeições. Se esses conservantes dos lanches embalados impedem o crescimento das bactérias nestes alimentos, o que eles não fazem com as bactérias benéficas no nosso corpo? A nossa saúde intestinal é extremamente importante, com 75% da nossa serotonina (hormônio da felicidade) e nossa imunidade ocorrendo em nosso intestino.


Às vezes, quando estamos fora de casa com nossos filhos pode não haver comida de verdade disponível, eu sou realista, mas vamos ver se podemos fazer o melhor sempre que  pudermos, então haverá menos pressão nas ocasiões em que não pudermos.


Comece com merendas de vegetais, molhos saudáveis, ovos, atum, carnes frias, pratos de antipasto, smoothies com pouco açúcar, frutas silvestres, cremes, queijo e várias outras opções. As crianças adoram bandejas, então encha um prato com petiscos coloridos.



10: Óleos Saudáveis


Por favor, evite frituras quando comerem fora de casa. Grande parte dos óleos usados são óleos de sementes altamente processados tais como óleo de canola ou óleo de girassol. Os óleos de sementes são inflamatórios e oxidam facilmente causando inflamação dentro do nosso corpo. Muitas doenças modernas decorrem da inflamação dentro de nós causada pela comida que comemos. Realmente não estamos cuidando dos nossos filhos servindo esses alimentos fritos. Se você não comeria, por que oferecer aos filhos? Em casa use azeite de oliva, óleo de coco, manteiga e óleo de abacate e evite as frituras quando comer fora.



PLANO DE AÇÃO

Lembre-se - somos low carb, não ZERO carb. A ênfase toda é sobre a abordagem baseada em comida de verdade, gorduras saudáveis, vegetais frescos e proteínas de boa qualidade.


- Pare de comprar doces açucarados, bebidas e biscoitos, bolos, salgadinhos, etc.
- Comece a comprar alimentos na sua forma original, não processados. Passe pelos corredores dos supermercado onde estão os produtos frescos.
- Evite todos os óleos de sementes e gorduras trans.
- Coma alimentos ricos em nutrientes.
- Aumente a sua cota de ômega 3 com os peixes oleosos, abacate, carne de animais alimentados com capim e oleaginosas (nozes, castanhas, amêndoas, etc).
- Cozinhe em casa, façam as refeições juntos.


Lembre-se: é o que fazemos todos os dias que faz a diferença, e não o que fazemos de vez em quando. Então certifique-se de esteja comendo comida de verdade low carb diariamente.


_________________




Outros artigos interessantes:

Low Carb para as Crianças

Ovos, o melhor café da manhã para as crianças

Como falar sobre o açúcar com seus filhos


Sugestões de livros sobre a Dieta Paleo - Low Carb? Veja aqui

Saiba das novidades do Menos Rótulos por e-mail:
   
 Siga MENOS RÓTULOS no Facebook e Instagram
 As informações contidas neste blog são relatos pessoais, ou artigos traduzidos com as devidas referências, não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer condição médica e não devem ser usadas como um substituto para o cuidado e orientação de um médico / nutricionista.