Alimentação Vintage

O que é Vintage?

Significa algo clássico, bom e de excelente qualidade. É como resgatar o que havia de bom em outras épocas.
Que tal trazer este conceito para a alimentação?


O que poderia ser considerado BOM?
Quando procuramos nos alimentar de maneira saudável, damos preferência aos melhores produtos. Mas quais seriam estes 'melhores produtos'?  
O ideal seria o mais próximo do natural possível: vegetais sem a adição de defensivos agrícolas, grãos que não são geneticamente modificados, produtos derivados de animais criados soltos, ao ar livre, com a mínima inclusão de ração à base de grãos e por aí vai.

Apesar de sabermos que os produtos que temos à disposição hoje são bem diferentes das suas formas originais, temos que selecionar dentro das opções disponíveis na nossa região e que se encaixam no nosso orçamento. 


Orgânico. Transgênico. De animais criados ao ar livre. Selvagens, capturados ... O que importa?

Texto do site Eat the Butter, traduzido e adaptado por Regiany Floriano


Você tem ficado cada vez mais confuso(a) quando vai no supermercado?
Muitos rótulos e muitas coisas para avaliar. Que tal uma mãe para fazer as compras?
Relaxe. A maior parte da batalha contra os problemas de saúde pode ser ganha simplesmente mudando para uma dieta de COMIDA DE VERDADE com mais GORDURA. Então não, o alimento não tem que ser necessariamente orgânico para ser saudável para sua família. Diferentes mães têm diferentes condições para comprar produtos orgânicos e de mercearia, então faça como for melhor para você.
Se você tiver condições no seu orçamento para comprar o alimento da melhor qualidade, aqui está uma lista de prioridades, voltada para te dar mais saúde por real gasto no supermercado:
1 - Manteiga de animais que pastam.
2 - Leite, queijo e creme de animais que pastam ou alimentados com capim.
3 - Carne de animais criados a pasto.
Nota: A maioria de nós acaba comprando carnes de animais alimentados com grãos, e alguns podem achar a carne de animais alimentados a pasto menos atraente. Em geral, o sabor da carne de animais que pastam é ótimo, mas há uma diferença textural e o tempo de cozimento pode ser um pouco mais rápido, por isso pode levar algum tempo para se acostumar. Se você puder encontrar a carne de animais alimentados com capim moída na hora, este é um bom começo. A maciez não importa realmente quando se trata de um hambúrguer, ou molho à bolonhesa, etc. E a carne moída é mais barata também.
4 - Peixes selvagens capturados.
5 - Ovos de galinhas criadas soltas (ovos orgânicos ou 'caipiras' são a melhor opção.)
6 - Porcos, frangos e ovos de animais criados sem antibióticos.
7 - Produtos orgânicos, especialmente os 'doze mais contaminados' = maçãs, morangos, aipo, uvas, pêssegos, espinafres, pimentas doces, nectarinas, pepinos, tomate cereja, ervilhas instantâneas, batatas - além dos mirtilos.

(No Brasil, a lista da ANVISA considera os alimentos abaixo os mais contaminados por agrotóxicos):
Há muitas razões, além da saúde, para fazer compras de forma consciente no mercado ou na feira de produtores locais. Algumas mães gostam de comprar produtos da região. Algumas gostam de manter o tratamento dos animais como prioridade. Algumas estão mais preocupadas com o meio ambiente. Todos esses fatores desempenham um papel em muitas decisões que tomamos ao encher nossos carrinhos!


'Gordura Vintage'
GORDURA: a Boa, a ruim e a mais ou menos.
Quando se trata de gordura, prefira as gorduras clássicas, antigas. Gorduras que existem há um bom tempo. Gorduras que você pode imaginar um nativo encontrando na natureza e comendo. Se você não puder imaginar como é feita (o que é o óleo de milho?), então não coma. Se você não poderia fazer em sua cozinha (como eles fazem óleo de soja afinal?), Então evite. Aqui está uma lista para te ajudar a navegar no mundo da gordura cada vez mais confuso:


As Boas
As gorduras que têm sido consumida por civilizações durante séculos. Vá fundo!
Manteiga, ghee, queijo, creme de leite, banha, sebo e óleo de peixe ou de krill, manteiga de cacau, coco, abacate, azeitonas, nozes e manteigas de nozes/castanhas.


As Ruins

Estas invenções modernas que requerem extração industrial (pense em altas temperaturas, solventes, desodorizantes, e agentes de branqueamento) para serem produzidas e que não eram consumidos pelos seres humanos séculos atrás. Fique longe!
O óleo de milho, óleo de soja, óleo de canola, óleo de algodão (por acaso isto é alimento?), óleo de cártamo, óleo de semente de girassol. Além disso, qualquer tipo de creme, margarina ou gordura. Qualquer coisa que tenha escrito "gordura trans", "hidrogenada" ou "parcialmente hidrogenada".

As Mais ou Menos:

Amendoim, óleo de amendoim, outros óleos de oleaginosas, óleo de semente de gergelim, de palma ou óleo de amêndoa.


Chocolate - um presente do universo.
O chocolate é um regalo perfeito para os comedores à moda antiga. Chocolate é realmente a sobremesa da natureza. Escolha o chocolate amargo (escuro) feito com ingredientes naturais, que tenha pelo menos 70% de cacau, e não tem tanto açúcar adicionado... nozes/castanhas ou frutas secas geralmente combinam com chocolate. O chocolate escuro é naturalmente rico em gordura e pobre em carboidratos.

A transição para uma Alimentação Vintage.

Uma mudança dramática dos seus hábitos alimentares pode causar efeitos colaterais. Comer à moda antiga não vai ser diferente. Mudar de forma abrupta para uma alimentação clássica pode causar dores de cabeça, fraqueza e / ou problemas gástricos em algumas pessoas, à medida que o corpo vai se ajustando à sua nova dieta.
Como fazer a transição para uma dieta clássica depende de você. Sua saúde, seu corpo, seus objetivos, sua dieta atual, sua personalidade...
Alguns especialistas incentivam ir num mergulho direto - uma transição "para desintoxicar". Outros sugerem métodos mais graduais - começando obviamente com a eliminação dos alimentos processados e bebidas açucaradas, e depois indo mais fundo, eliminando açúcares ocultos e grãos integrais. Ou, alguns ainda sugerem eliminação progressiva em uma das refeições do dia por duas semanas antes do próximo passo. Às vezes, o seu médico precisa estar envolvido para ajudar a reduzir gradualmente a medicação. Mas tudo isto só depende de você.


_____________________
Outro artigo interessante:

Dicas para comer COMIDA DE VERDADE




Sugestões de livros sobre a Dieta Paleo - Low Carb? Veja aqui

Saiba das novidades do Menos Rótulos por e-mail:
   
 Siga MENOS RÓTULOS no Facebook e Instagram
 As informações contidas neste blog são relatos pessoais, ou artigos traduzidos com as devidas referências, não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer condição médica e não devem ser usadas como um substituto para o cuidado e orientação de um médico / nutricionista.