Os Médicos precisam saber mais sobre Nutrição e Atividades Físicas



Conhecimentos sobre o estilo de vida fazem muita diferença na hora de um diagnostico médico, e podem prevenir muitas complicações de saúde. Porém ensinamentos sobre alimentação e atividades físicas, têm recebido pouca importância na formação dos novos profissionais e na reciclagem dos que já estão na ativa há mais tempo. 
Um grupo de médicos da Inglaterra pede às entidades de ensino britânicas que revisem suas diretrizes e aumentem a prioridade sobre estes assuntos nas faculdades de medicina.
Bom se iniciativas como 
estas aconteçam aqui no Brasil também. A população agradece!


Artigo publicado no The Guardian. Tradução: Regiany Floriano.



Os Médicos 'sabem muito pouco sobre nutrição e exercícios'

Carta de médicos e nutricionistas pede melhoria na formação dos profissionais para reduzir as mortes relacionadas com o estilo de vida


A maioria dos médicos está mal preparada para lidar com o aumento da frequência de doenças relacionadas com o estilo de vida britânico, porque preocupantemente, eles sabem muito pouco sobre como nutrição e exercícios físicos podem melhorar a saúde, afirmou um grupo de médicos de destaque.


"Há uma falta de conhecimento e compreensão das evidências básicas sobre o impacto da nutrição e da atividade física na saúde entre a esmagadora maioria dos médicos. Isto tem as suas raízes na falta de capacitação formal básica", afirmam em uma carta ao Conselho de Faculdades de Medicina (MSC) e ao Conselho de Geral de Medicina (GMC).

Eles alertam que a pretensão do governo em evitar dezenas de milhares de mortes prematuras por doenças cardíacas e câncer até 2020, não terá êxito sem a remodelação radical de como os 8.000 jovens que ingressam nos cursos de Medicina anualmente, são instruídos sobre estilo de vida e saúde.


Os defensores dessa chamada incluem Sir Richard Thompson, ex-presidente do Royal College of Physicians, Professor Chris Oliver, da Universidade de Edimburgo, Dr. David Haslam, presidente do Fórum de Obesidade Nacional e Dr Aseem Malhotra, cardiologista e defensor da saúde.


Eles querem que a MSC, que representa 34 universidades com Faculdades de Medicina financiadas com dinheiro público do Reino Unido "apoie a introdução da educação do estilo de vida baseada em evidências, incluindo a formação básica em nutrição e o impacto da atividade física na saúde e na doença crônica em todos os currículos médicos". Todos os mais de 250.000 médicos da Grã-Bretanha também devem receber a mesma orientação e treinamento para melhorar a sua capacitação para ajudar os pacientes em condições como a obesidade, diabetes e doenças do coração, disseram eles.


Haslam, que é clínico geral, disse que, assim como é inconcebível que as escolas médicas não ensinem os alunos sobre o câncer,  "é igualmente impensável que o sobrepeso e a obesidade sejam ignorados pelas entidades [médicas] educacionais; uma situação que não pode continuar se as mortes e as doenças desnecessárias devem ser evitadas", disse ele.


Oliver disse que, em um estudo recente da Universidade de Edimburgo com estudantes de medicina, apenas 14,9% sabiam o quanto de exercício as entidades médicas oficiais do Reino Unido recomendam que os adultos devam praticar para melhorar a sua saúde. Menos de 10% admitiram receber formação adequada para dar recomendações aos pacientes sobre atividade física e mais de 90% disseram que gostariam de receber maior capacitação sobre isto.

Katie Petty-Saphon, presidente executiva da MSC, disse que "áreas como estilo de vida insalubres exigirão maior ênfase" na formação médica no futuro próximo, que os médicos de amanhã devem ser adequadamente treinados para lidar com o número crescente de doenças relacionadas à má alimentação, álcool e tabagismo. Ela quer que o GMC, que regulamenta os médicos, aumente a prioridade dada à nutrição e exercício físico quando fizer sua próxima revisão das suas diretrizes para as Faculdades de Medicina sobre o que elas deveriam estar ensinando.


Outro artigo interessante:

Os Médicos e as recomendações nutricionais


Sugestões de livros sobre a Dieta Paleo - Low Carb? Veja aqui

Saiba das novidades do Menos Rótulos por e-mail:
   
 Siga MENOS RÓTULOS no Facebook e Instagram
 As informações contidas neste blog são relatos pessoais, ou artigos traduzidos com as devidas referências, não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer condição médica e não devem ser usadas como um substituto para o cuidado e orientação de um médico / nutricionista.