Novo estudo sugere que a Low Carb ajuda a controlar o Diabetes

A Dieta Low-carb ajuda a controlar o diabetes, sugere novo estudo.

Artigo publicado no The Telegraph. Tradução: Regiany Floriano


Por Henry Bodkin

Um amplo estudo piloto de dietas de baixo carboidrato sugere que elas podem controlar com sucesso o diabetes tipo 2.
Uma revisão de mais de 80.000 pessoas que abandonaram as dietas ricas em carboidratos, com baixo teor de gordura, descobriram que, após dez semanas os seus níveis de glicose no sangue caíram.

Num desenvolvimento em separado, um novo relatório encontrou três quartos das crianças mais velhas que sofrem de diabetes e que não estão fazendo um acompanhamento para manter sua condição sob controle.

A Auditoria Nacional pediátrica Diabetes de jovens na Inglaterra e no País de Gales descobriu que apenas 25,4% das crianças de 12 anos estavam fazendo todas as sete verificações recomendadas.
Estas incluem o rastreio ocular e o exame do pé, bem como a medição do crescimento, a pressão sanguínea, a função renal e o colesterol.

O Diabetes UK disse que se as crianças não forem orientadas a manejar o seu diabetes desde cedo, mais propensas estarão a riscos de complicações fatais.


Enquanto isso, alguns médicos têm clamado para uma revisão das orientações dietéticas na sequência de novas evidências sobre as dietas de baixo carboidrato.

Esse estudo foi realizado após uma revolta on-line dos pacientes no qual 120.000 pessoas se inscreveram para o Plano de Dieta "Low-Carb" lançado pelo diabetes.co.uk em uma reação contra o conselho oficial.

Ao rejeitar as diretrizes e comer uma dieta pobre em alimentos ricos em amido, mas ricos em proteínas e "boas" gorduras saturadas, como óleo de oliva e nozes, mais de 80 por cento dos pacientes disseram que tinham perdido peso, de 10 por cento chegando a 9 kg ou mais.

Mais de 70 por cento dos participantes apresentaram melhoras dos níveis de glicose no sangue, e um quinto deles disse que os medicamentos para regular a glicose no sangue deixaram de ser necessários no final do plano de dez semanas.

David Unwin, um clínico geral especialista em e diabetes disse:
"Por muitos anos eu segui o conselho dado pelo PHE (Saúde Pública Inglaterra) e Diabetes UK.
O que não deu certo.
Eles realmente lutavam para perder peso, a glicose no sangue permanecia elevada e muitos precisavam de medicação".

Cerca de 2,7 milhões de pessoas na Grã-Bretanha têm diabetes tipo 2, uma doença intimamente ligada com a obesidade, e calcula-se que mais de 750.000 tenham sintomas não diagnosticados.
Os resultados da última revisão vêm uma semana após o Fórum Nacional de Obesidade e a Colaboração em Saúde Pública terem divulgado um relatório também ligando os carboidratos com a obesidade e diabetes tipo 2.

De forma controversa, o documento argumentou que "comer gordura não faz você engordar".
Um porta-voz do PHE disse: "Nosso conselho, concorda com o Diabetes UK, que as pessoas com diabetes devam consumir uma dieta consistente com o Guia de Eatwell.
Fonte: dailymail.co.uk
"A evidência considerada pelo Comité Consultivo Científico e o relatório sobre Nutrição sobre os seus Carboidratos e Saúde não apoia seguir uma dieta pobre em carboidratos para prevenir diabetes tipo 2".


Como gerenciar e reduzir o risco de diabetes tipo 2

Seis dicas do Dr. David Cavan, principal especialista do Reino Unido sobre a auto-gestão do diabetes e autor de Reverta o seu Diabetes: O plano passo-a-passo para assumir o controle do diabetes tipo 2.

1 - Limite-se a duas bebidas alcoólicas por dia. O álcool é rico em calorias e pode levar ao aumento de peso e aumento do risco de diabetes tipo 2. O consumo moderado de álcool está associado a um risco reduzido de diabetes tipo 2. Sidra, vinhos doces e algumas cervejas devem ser evitados por ter alta quantidade de açúcar ou teor de carboidratos.

2 - Beba água, café ou chá em vez de suco de frutas e bebidas gasosas. Bebidas adoçadas com açúcar aumentam o risco de diabetes tipo 2, incluindo os sucos de frutas e smoothies. A cafeína pode ser benéfica, mas apenas como chá sem açúcar ou café - não um latte ou cappuccino.

3 - Coma pelo menos três porções de vegetais de folhas verdes todos os dias. Eles contêm vitaminas, fibras e são muito baixos em calorias. Os vegetais ricos em amido, como as batatas devem ser consumidos com moderação, pois podem ter um efeito semelhante ao açúcar levando a um rápido aumento da glicose no sangue. Comer mais do que três porções de fruta por dia não parece proteger contra o diabetes tipo 2.

4 - Lanche um pedaço de fruta, um punhado de nozes ou iogurte sem açúcar. Eles são baixos em açúcar, ao contrário de biscoitos, barras de chocolate e bolos que são ricos em açúcar, gordura e calorias.

5 - Escolha aves, peixes ou cortes magros de carne branca. Carnes vermelhas e processadas estão associadas com o aumento do risco de diabetes tipo 2 e alguns tipos de cânceres. Refeições preparadas com carne fresca, não processada são preferíveis aos 'fast food' ou refeições prontas.

6 - Compre pão, arroz e massas de grãos integrais.  O pão branco e o arroz branco são transformados em glicose rapidamente; o consumo excessivo de arroz branco é associado com aumento do risco de diabetes tipo 2.



Leia também:






Siga MENOS RÓTULOS no Facebook e Instagram

 As informações contidas neste blog são relatos pessoais, ou artigos traduzidos com as devidas referências, não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer condição médica e não devem ser usadas como um substituto para o cuidado e orientação de um médico / nutricionista.