DR. HYMAN derruba 3 mitos de saúde que nos mantém DOENTES


Dr. Hyman está nos ajudando a separar a realidade da ficção, quando afirma que o medicamento mais poderoso que temos disponível é o alimento que colocamos na ponta do nosso garfo!

Texto original aqui. Tradução: Regiany Floriano


PERITOS em bem-estar como o nosso editor convidado de março, Dr. Mark Hyman, autor de Coma Gordura, Emagreça (Eat Fat, Get Thin), estão redefinindo a forma como fundamentalmente olhamos para saúde. Ele está mexendo nas antigas ideias sobre a gordura e o açúcar em seu novo livro e esclarecendo os mitos de saúde que determinaram a forma que nós americanos comemos diariamente. 
Vamos voltar para o básico e desbancar 3 mitos de saúde que têm o potencial para nos aprisionar em maus padrões de alimentação. Aqui está o Dr. Hyman ...

"O mundo da medicina está em constante mutação. Há sempre novas pesquisas e ciência saindo e se você está antenado, como os leitores desta coluna estão, é fácil manter-se em dia com as últimas tendências de bem-estar e fazer as melhores escolhas quando se trata de nossa saúde. Infelizmente, a maior parte do mundo segue os conselhos do seu governo e dos médicos que ainda seguem estudos desatualizados para fazer recomendações.

Estou tentando mudar o mundo da medicina. Eu estou tentando alcançar as pessoas em toda parte e dizer-lhes a verdade sobre o medicamento mais poderoso que temos disponível: o alimento que colocamos na ponta do nosso garfo!
Tudo começa dissipando mitos antigos que nos mantêm doentes e gordos! Vamos analisar 3 grandes mitos sobre saúde e eliminá-los de vez."



3 Mitos de saúde que nos mantém DOENTES


MITO # 1: TODAS AS CALORIAS SÃO IGUAIS, POR ISSO EVITE A GORDURA

A fórmula para a manutenção do peso "calorias que entram / calorias que saem", foi incorporada nos salões das academias e na política do governo e os contadores de calorias ganham. 

Mesmo as mais recentes normas de rotulagem de alimentos reforçam a proeminência das calorias, destacando-as em letras grandes e em negrito nos rótulos. As novas leis obrigam os restaurantes de fast food a colocar os valores das calorias nos cardápios. 

É lógico que, se todas as calorias fossem iguais, então, a melhor maneira de cortar calorias, seria cortar a gordura por exemplo, que contém mais que o dobro das calorias dos carboidratos ou proteínas (9 calorias por grama versus 4 calorias por grama). Você poderia comer mais se comesse pão e macarrão do que se você comesse manteiga, pois a manteiga é energicamente muito densa. Isto é o que foi ensinado e o que eu acreditava - até que novas pesquisas viraram esta ideia de cabeça para baixo.

A verdade é que há boas e más calorias. E isso envolve mais do que uma simples equação matemática. Se você comer a mesma quantidade de calorias em couve ou balas de goma, elas fazem a mesma coisa com seu corpo? Não!

Quando comemos, o nosso alimento interage com a nossa biologia, que é um sistema complexo adaptativo que transforma instantaneamente cada mordida. Cada mordida afeta seus hormônios, química cerebral e do metabolismo. As calorias do açúcar determinam o armazenamento de gordura e picos de fome. Calorias da proteína e da gordura promovem a queima de gordura.

O que importa mais do que a quantidade de calorias é a qualidade das calorias.



MITO # 2: TUDO QUE VOCÊ PRECISA É VONTADE

Esta é uma das mentiras mais insidiosas empurradas sobre nós pela indústria de alimentos e pelo governo. A sua ladainha é: Coma menos, exercite-se mais.

A mensagem implícita nesta ideia é que a verdadeira razão que estarmos engordando e adoecendo é que somos glutões preguiçosos; se nós simplesmente parássemos de encher nossa cara, levantássemos do sofá e movêssemos nossa bunda, perderíamos peso. Consideram uma falha moral, uma fraqueza psicológica, apatia ou coisa pior, que impede as pessoas de moderarem sua ingestão alimentar e se exercitarem. Isso não faz sentido.

Se você tentar controlar o seu apetite com a força de vontade, você irá falhar. Nós temos o controle voluntário num curto prazo e podemos até decidir passar fome, mas nossos corpos compensam reduzindo o nosso metabolismo e aumentando dramaticamente o apetite. É insustentável. Se eu lhe pedir para segurar a respiração por 15 minutos, não importa a dificuldade pra você fazer isso acontecer, você simplesmente não foi projetado para fazer tal coisa.

Quando o seu paladar, a química do cérebro, os hormônios e o metabolismo foram danificados pelo açúcar e os alimentos processados, a força de vontade por si só não vai fazer isto. Se você é viciado em açúcar e carboidratos refinados você não pode tirá-los por muito tempo. Você tem que restabelecer naturalmente a química do cérebro e os hormônios para que seu corpo automaticamente se auto-regule e permita que os desejos e a fome desapareçam para voltar ao equilíbrio.

Quando seu metabolismo foi alterado, você precisa se desintoxicar do poder viciante do açúcar e da farinha e substituí-los por alimentos reais integrais, de alta qualidade. Isso permitirá que o seu apetite e peso se regulem automaticamente, sem necessidade de força de vontade.



Mito # 3: É caro ser saudável

Mesmo se tempo e dinheiro não estiverem disponíveis, você ainda pode comer de forma saudável. Este é um dos equívocos mais comuns que ouço. Eu entendo os desafios de tentar comer bem, com poucos recursos financeiros, pouco tempo, ou ambos. Mas você não tem que ser rico para comer bem e cuidar de si mesmo.

Quando as pessoas me dizem que uma alimentação saudável é cara, peço para levar em consideração o que elas gastam em cafés de grife, adegas, refeições prontas e outras conveniências que poderiam poupar-lhes um pouco de tempo, mas à custa de sua saúde.

Pesquisas mostram que a alimentação saudável, integral, comida de verdade não é necessariamente mais cara do que comer junk food, fast food, alimentos processados ou alimentos de conveniência. Na verdade, as coisas mais compradas nos supermercados são todas as drogas: açúcar, nicotina e álcool! Se você desistir dessas "drogas", a sua conta do supermercado vai cair drasticamente.

_______________


Leia também:

O que um médico gostaria que as pessoas soubessem sobre a Gordura
Dicas para comer COMIDA de VERDADE

DETOX (de verdade) em 10 dias


2 Mitos Nutricionais desmascarados



Sugestões de livros sobre a Dieta Paleo - Low Carb? Veja aqui

Receba as novidades do Menos Rótulos por e-mail:
   

 Siga MENOS RÓTULOS no Facebook e Instagram

 As informações contidas neste blog são relatos pessoais, ou artigos traduzidos com as devidas referências, não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer condição médica e não devem ser usadas como um substituto para o cuidado e orientação de um médico / nutricionista.