O que um médico gostaria que as pessoas soubessem sobre a Gordura


O que o Dr Mark Hyman gostaria que todos soubessem sobre comer gordura

Texto original aqui. Tradução: Regiany Floriano


A Gordura tem sido muito injustiçada: alguns dizem que nos faz engordar, contribui para a doença cardíaca, e leva a diabesidade. Outros afirmam que gordura saturada é ruim, mas os óleos vegetais são bons... Eu poderia continuar, mas acho que você sabe do que eu estou falando.

A verdade? Nenhumas dessas crenças sobre gordura são verdadeiras. Em meu último livro, Coma Gordura, Emagreça (EAT FAT, GET THIN), eu combinei as últimas pesquisas com várias décadas de evidências empíricas trabalhando com pacientes para provar o que eu sei há muito tempo: as gorduras certas podem ajudá-lo a tornar-se magro, saudável e vibrante.

Há muito a dizer sobre a gordura, mas por enquanto, vamos olhar para esses oito fatos sobre a  gordura.


            1.     É O açúcar, e não a gordura que engorda.

Consumir uma grande quantidade de açúcar significa que suas células se tornam insensíveis à insulina. Seu corpo bombeia mais e mais insulina para puxar os seus níveis de açúcar no sangue de volta para baixo. Você não consegue queimar todo o açúcar que você come. Inevitavelmente, seu corpo armazena como gordura, criando a resistência à insulina e estragos metabólicos entre outras desordens.


2. A gordura dietética é mais complexa do que o açúcar.

Há uns 257 nomes para o açúcar, mas, apesar de variações muito menores, todos eles criam o mesmo dano. A gordura é mais complexa. Temos as saturadas, monoinsaturadas, poliinsaturadas, e até mesmo as gorduras trans, para não mencionar as subcategorias dentro de cada grupo. Algumas gorduras são boas; outras neutras; e sim, algumas são ruins.


3.  dietas de baixa gordura tendem a ser menos saudáveis para o coração que as dietas ricas em açúcar.

Quando as pessoas comem menos gordura, tendem a comer mais amidos ou açúcar em vez disso, e isso realmente aumenta os seus níveis de colesterol pequeno e denso, que provoca ataques cardíacos.


4. A gordura saturada não é sua inimiga.

Uma revisão de todas as pesquisas sobre gordura saturada publicada no American Journal of Clinical Nutrition não encontrou correlação entre a gordura saturada e doenças cardíacas. Tal como acontece com todas as gorduras, a qualidade torna-se a chave aqui. As gorduras de um cheeseburger com bacon de uma rede de fast-food com carne de animais criados em confinamento, terá um efeito completamente diferente do que o da gordura saturada do óleo de coco. Vamos parar de classificar todas as gorduras como sendo a mesma.


5. Algumas gorduras não são saudáveis.

Aqui se incluem as gorduras trans e óleos vegetais inflamatórios.


6. Todos se beneficiam com mais ômega-3.

Cerca de 99 por cento dos americanos são deficientes nestas gorduras essenciais. As formas ideais para obtê-la incluem comer peixes selvagens de água fria ou criados de forma sustentável, ovos enriquecidos com ômega-3, e tomar um suplemento de ômega-3.


7. Comer gordura pode fazer você emagrecer.

As paredes das células saudáveis feitas a partir de gorduras de alta qualidade metabolizam melhor a insulina, o que ajuda a manter regularizado o açúcar no sangue. Sem o controle de açúcar no sangue, o corpo estoca a gordura "para um dia chuvoso". As gorduras certas também aumentam a queima de gordura, cortam a sua fome, e reduzem o armazenamento de gordura.


8. Seu cérebro é cerca de 60 por cento de gordura.

Desse percentual, a maior parte vem do ácido graxo omega-3, chamado ácido docosaexaenoico (DHA). Seu cérebro precisa de DHA para desencadear a comunicação entre as células. O fácil acesso à gordura de alta qualidade aumenta a cognição, felicidade, aprendizado e memória. Em contraste, os estudos associam a deficiência de ácidos graxos ômega-3 à depressão, ansiedade, desordem bipolar e esquizofrenia.


Eu como gordura em cada refeição, e nunca me senti melhor. As gorduras certas podem melhorar seu humor, pele, cabelo e unhas enquanto protegem contra diabetes tipo 2, demência, câncer e muito mais.


Entre as minhas fontes favoritas de gordura estão:

- Abacates;

- Nozes: nozes, amêndoas, nozes, macadâmia, mas não amendoim (um estudo mostrou um punhado de nozes por dia reduziu a morte por todas as causas em 20 por cento);

- Sementes: abóbora, gergelim, chia, cânhamo;

- Os peixes gordos, incluindo sardinha, cavala, arenque e salmão selvagem que são ricos em gorduras omega-3;

- Azeite extra virgem (um grande estudo mostrou que aqueles que consumiram 1 litro por semana reduziram ataques cardíacos em 30 por cento);

- produtos de origem animal alimentados a pasto ou de forma sustentável (eu recomendo comer produtos de origem animal de boa qualidade que são bons para você e bons para o planeta);

- Manteiga de coco extra virgem, que é uma grande fonte vegetal de gordura saturada que tem muitos benefícios. Ela é o combustível das suas mitocôndrias, é anti-inflamatório, e não causa problemas com o colesterol, na verdade, pode ajudar a resolvê-los.



A mensagem final aqui é que a maior parte da biologia das células de gordura é controlada pela qualidade e pelo tipo de alimento que você come. Isso explica por que devemos comer gordura de qualidade, alimentos integrais, uma dieta pobre em carboidratos refinados, de baixo índice glicêmico, e rica em fibras.



__________________



Sugestões de livros sobre a Dieta Paleo - Low Carb? Veja aqui

Saiba das novidades do Menos Rótulos por e-mail:
    
 Siga MENOS RÓTULOS no Facebook e Instagram
 As informações contidas neste blog são relatos pessoais, ou artigos traduzidos com as devidas referências, não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer condição médica e não devem ser usadas como um substituto para o cuidado e orientação de um médico / nutricionista.