Como as embalagens de pasta de dentes nos enganam

Como você escolhe a sua pasta de dentes?
Você acha que o produto que está usando cumpre tudo o que promete?
Vamos desvendar o que tem numa pasta de dentes!


Artigo traduzido por Regiany Floriano, o original está aqui.

Por Mark Burhenne DDS

Enquanto você anda pelos corredores da seção de pasta de dentes no supermercado, você vê fileiras e mais fileiras de apelos:
"Anti-cáries!"
"Poder profissional de branqueamento!"
"O controle do tártaro!"
"Hálito fresco!"

Uma pasta de dentes realmente pode fazer tudo isso?
O que é enganoso sobre tudo isso, é que creme dental só é realmente bom em uma coisa: pasta de dente é uma pasta de polimento que ajuda a retirar a película que se forma sobre os dentes ao longo do dia (e noite).

É isso aí!

Pode parecer que a pasta de dente seja mais do que isso, especialmente com todas as características acrescentadas para seduzi-lo a comprar.

Os fabricantes de pasta de dente transformaram o creme dental neste canivete suíço da saúde oral - que pode fazer tudo, menos te dar uma xícara de café - o que já deve te fazer suspeitar.

Com todas estas alegações, você pode pensar que o creme dental é uma necessidade e a única opção para a saúde oral, quando na verdade, é apenas uma ajuda à escovação. Aqui eu vou traduzir para você o que todas essas alegações realmente significam e, em outro post desta série, como saber o que realmente importa quando a compra de pasta de dente.


CLAREAMENTO

Existem dois tipos de cremes dentais clareadores.
Os cremes dentais branqueadores mais recentes claream os dentes quimicamente com um produto químico à base de peróxido de hidrogênio. Estas pastas de dentes contêm o produto químico certo para clareamento, mas você nunca vai conseguir os resultados com apenas dois, ou até cinco minutos de escovação.

O clareamento adequado  requer que você mantenha o peróxido em contato com o dente por várias horas ou mais. Você pode pensar no segundo tipo de clareamento dental como uma lixa - o aumento da abrasividade do clareamento dental, ajuda a polir e remover manchas na superfície. Isto é eficaz para a remoção de manchas na superfície de café, chá, e frutas que tingem (morangos, amoras, framboesa, etc.)
Esteja ciente de que você está removendo apenas manchas, não mudando a cor intrínseca dos seus dentes.
Eu não recomendo esses cremes dentais porque removem a estrutura do dente por raspar o esmalte e dentina.


HÁLITO FRESCO

Quando você lê "hálito fresco" em um tubo de pasta de dente, esta é uma cobertura que não resolve a raiz do problema.

Alguns cremes dentais associam as "tiras de hálito fresco" ou outros ingredientes para um "hálito fresco", que são, na melhor das hipóteses, apenas um poderoso sabor mentolado que destina-se a mascarar o mau hálito, ou, na pior das hipóteses, um produto químico tóxico que mata as bactérias - algo que  realmente pode piorar o mau hálito . Além disso, o efeito dura, na melhor das hipóteses, alguns poucos minutos. Mau hálito não é algo que um creme dental possa curar, ponto final.

Se você tem mau hálito, temos que olhar para a raiz do problema. O mau hálito geralmente é resultado de uma de duas coisas - ou você não está usando o fio dental e escovando com freqüência suficiente, e não está raspando sua língua, ou há algo mais complicado acontecendo com o seu corpo que é a causa do mau hálito.

Se você quiser refrescar o hálito, esses cremes dentais não são a resposta, e eles poderiam até mesmo piorar o mau hálito se tiverem agentes antibacterianos, que perturbam as bactérias saudáveis em sua boca e fazem o mau hálito piorar.


FLÚOR

É geralmente aceito por ambos os lados da controvérsia, que a aplicação tópica de flúor nos dentes é eficaz e pode remineralizar os dentes.

Aqui é onde nós estamos sendo enganados: sim, o flúor é adicionado à pasta de dentes, mas quanto? E é eficaz quando aplicado à superfície do dente durante o escovar? Lembre-se, o flúor apareceu pela primeira vez no sistema de abastecimento de água - não no creme dental.

A premissa de que você possa ter ótima uma incorporação de flúor nos dentes durante a escovação, é falha. Primeiro você tem que remover o biofilme dos dentes escovando, e em seguida, aplicar a pasta de flúor para uma captação otimizada. Este será sempre um processo de dois passos.

Em outras palavras, você não pode lavar e encerar seu carro ao mesmo tempo!

Você pode obter a prescrição de um flúor gel de seu dentista, o que vai realmente ajudar com a remineralização. Eu recomendo (e em mesmo uso) MI Paste, todas as noites antes de ir para a cama, e só depois da escovação, quando os meus dentes estão limpos.



Provavelmente não.
Para a remineralização ideal dos dentes, você precisa de uma concentração de flúor de aproximadamente 5000 partes por milhão.

Todos esses dentifrícios fluoretados que você vê no supermercado, contém uma dosagem mais fraca de flúor, cerca de 1100 partes por milhão. Os fabricantes de creme dental não podem adicionar a dose mais eficaz, devido aos requisitos de toxicidade FDA para a ingestão por crianças.

Além disso, o FDA não exige dos fabricantes de cremes dentais que especifiquem a concentração real de flúor, mas alguns fazem. Esta dosagem é quase ineficaz, a menos que você esteja vendendo um creme dental.


CONTROLE DE TÁRTARO

"O controle do tártaro" geralmente significa que o fabricante adicionou um coquetel de produtos químicos fortes que, no laboratório, impediu o acúmulo de tártaro. Os fabricantes de cremes dentais conseguiram esta autorização do FDA porque o FDA considera a remoção de tártaro como um resultado estético.

Mas é o tártaro abaixo da linha da gengiva que provoca doença das gengivas! Você realmente não pode consegue escovar os dentes abaixo da gengiva, então esta alegação é completamente enganosa!

A maneira menos nociva e mais natural para controlar o tártaro é impedir que a placa de calcificação transforme-se em cálculo - com a escovação freqüente, uso do fio dental, e limpezas profissionais dos dentes. Não há nenhuma alternativa com um produto químico.

Se você usar um produto químico forte para remover a marca de sua banheira, você vai danificar o acabamento da banheira. A chave é evitar o acúmulo da marca antes que se torne um problema e isso significa a limpeza regular da sua banheira.


O QUE REALMENTE INTERESSA EM UMA PASTA DE DENTES?

Se você está lendo meu blog, você sabe que eu sou fã da prevenção da doença com hábitos saudáveis em vez de usar produtos químicos e antibacterianos para manter nossas bocas limpas e saudáveis.

Estamos sempre à procura de uma solução rápida, e os comerciantes e fabricantes sabem que nós reagimos instintivamente à satisfação imediata de deixar produtos químicos fazerem o trabalho por nós. Vender produtos milagrosos, a fim de simplificar as nossas vidas tornou-se um modo de vida.


MINHA RECOMENDAÇÃO

- Escolha uma pasta de dentes natural e segura, livre de produtos químicos. Não se deixe levar por todas as mensagens de marketing. Você já sabe qual é o verdadeiro propósito de um creme dental.

- Escolha uma pasta de dentes que tenha um gosto bom. Trata-se de incentivar o hábito. Fico ansioso para saborear o gosto de chá de canela da minha pasta de dentes atual cada vez que eu escovo, e você deve escovar muito!

- Escova seca. Não se limite a escovar somente quando você tiver pasta de dente. Eu gosto de manter uma escova de dentes na minha pasta e no meu carro com um pouco de higienizador para manter a boca desodorizada e com a sensação de frescor.

- Faça a sua própria pasta de dente. Aqui está a receita de um ótimo creme dental "faça você mesmo" que eu gosto, pelos seus ingredientes seguros. É como cozinhar - você só vai conseguir verdadeira paz de espírito se você fizer isto por você mesmo.

- Pense em sua dieta. Certos alimentos são bons para os dentes e outros alimentos promovem a cárie dentária. Uma dieta alcalina à base de vegetais, nozes e alimentos não transformados, que não vêm em embalagens, reduzem os ácidos na boca - e estes ácidos são os que as bactérias adoram.

- Verifique as suas técnicas de uso do fio dental e escovação. Muitas pessoas se deixam levar por uma falsa sensação de segurança por escovar e usar o fio dental duas vezes por dia e ficam chocados ao perceber que a sua técnica realmente danificou seus dentes e gengivas. Não deixe que isso aconteça com você! Então, não deixe a embalagem do creme dental mexer com a sua mente! Você já sabe o que todas essas alegações realmente significam.



CREME DENTAL CASEIRO

Ingredientes:

- 5 colheres de sopa de pó de cálcio
- 3 colheres de sopa de xilitol em pó. (Este ingrediente não é totalmente necessário, mas diminui o sabor amargo. Nós não cozinhamos ou consumimos xilitol, mas há provas de que é benéfico para a cavidade oral).
- 4 colheres de óleo de coco à temperatura ambiente
- 1 colher de sopa de bicarbonato de sódio (opcional)
- 2 colheres de sopa de argila bentonítica ou você poderia usar pó de cálcio adicional
- 3 colheres de sopa de água destilada ou um pouco mais para diluir
- 30+ gotas de óleos essenciais de escolha: Menta, canela, etc. : 20-30 gotas de minerais

Instruções

Misture todos os ingredientes, exceto a argila em um pequeno processador e misture bem para incorporar. Uma vez que a mistura esteja lisa, adicione lentamente na argila bentonítica e misture à mão com um utensílio de plástico (argila bentonítica não deve entrar em contato com o metal). Se você não tiver um processador de alimentos, você pode usar um um batedor / garfo em uma tigela. Não use um liquidificador potente, pois isso cria muita pressão.

Armazene em um pequeno frasco ou um tubo maleável livre de BPA.

Devido à natureza do óleo de coco, este creme dental caseiro ficará mais espesso quando estiver frio e mais mole quando estiver calor, mas deve ser uma consistência maleável à temperatura ambiente normal. Se estiver muito líquido ou muito grosso, tente adicionar mais água ou cálcio para obter a espessura desejada. Use os óleos essenciais a gosto.

Use como se fosse uma pasta de dentes regular.

Mark Burhenne
_______________________


 Siga MENOS RÓTULOS no Facebook e Instagram
 As informações contidas neste blog são relatos pessoais, ou artigos traduzidos com as devidas referências, não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer condição médica e não devem ser usadas como um substituto para o cuidado e orientação de um médico / nutricionista.