O trigo e a FOME

Porque as pessoas estão cada vez mais famintas... e mais gordas?
Por que é tão difícil manter um peso adequado, mesmo seguindo à risca as orientações nutricionais (convencionais) de comer várias porções de grãos saudáveis e diminuir o consumo de gordura?

Abaixo traduzi o relato de uma leitora do blog do Dr. William Davis (autor do best seller "Barriga de Trigo") que conta como ela encontrou mais saúde e se libertou da constante "vontade de comer" depois de excluir o trigo e outros alimentos que despertavam a compulsão por comida.



Artigo traduzido por Regiany Floriano. O original está aqui.

Pauline leu o recente post no Blog Barriga de Trigo, "As 5 principais razões por que você ainda tem desejos" e compartilhou seu ponto de vista:

"Tudo o que você disse é verdade, Dr. Davis. Eu tenho seguido o seu conselho nos últimos 18 meses e levei todo este tempo para curar o meu intestino.”

“Eu sempre sei quando inadvertidamente comi algo que contenha trigo, geralmente quando estou comendo fora com amigos”. É um aumento quase instantâneo da fome, fazendo-me ir à procura de mais carboidratos ou alimentos açucarados para comer poucas horas depois. Isto também me provoca cólicas intestinais e dor nas articulações que aparecem em 24 horas.

“Fora isso, eu passo dia todo sem comida e sem “acidentes” com açúcar. Eu como porque a comida tem um gosto tão bom agora. Eu fiz uma saborosa galinha com vegetais ao curry acompanhada de “arroz flor” noite passada, tão boa que eu tive que pegar uma segunda pequena porção. Ainda não estou com fome 14 horas depois e agora vou esperar até que eu fique com fome antes de comer novamente.”

"Antes de ler “Barriga de Trigo”, eu costumava comer compulsivamente a cada poucas horas pães, biscoitos, bolos. etc. Eu estava com fome o tempo todo. Agora que o trigo e outros grãos se foram, eu fico com fome normalmente quando o meu estômago está vazio, e não sofro mais com a bagunça causada pela gliadina como antes.”

O trigo está estreitamente relacionado com os grãos que disparam a fome, muitas vezes em graus extremos, porque:

- Peptídeos derivados da gliadina atuam como opiáceos no cérebro humano – Sabe-se há mais de um século que drogas opiáceas como a morfina aumentam o apetite, um efeito compartilhado por peptídeos derivados da gliadina que, como medicamentos opiáceos, se ligam aos receptores opiáceos do cérebro.
A susceptibilidade a esse efeito varia de indivíduo para indivíduo, mas pode ser responsável por um aumento maciço no apetite em algumas pessoas. As pessoas com uma tendência para a bulimia e transtorno de compulsão alimentar são especialmente suscetíveis, experimentando 24 horas-a-dia obsessões alimentares.

- Peptídeos derivados da gliadina bloqueiam a leptina - A leptina é o hormônio da saciedade que diz ao cérebro que você já comeu o suficiente. Peptídeos derivados da Gliadina, em adição aos seus efeitos opiáceos, também bloqueiam a leptina, desabilitando assim o sinal da saciedade. Aglutinina do gérmen de trigo, a proteína da lecitina de trigo, centeio, cevada, e arroz, também são suspeitas de exercer um efeito semelhante.

- A Amilopectina-A aumenta o açúcar no sangue a níveis elevados - Devido à sua alta digestibilidade (ao contrário das proteínas digestíveis ou apenas parcialmente digestíveis dos grãos), amilopectina-A é um amido dos grãos de trigo que comporta-se como um gatilho potente para hiperglicemia e a consequente elevação da insulina. O açúcar elevado no sangue e a alta da insulina são seguidos por uma queda do açúcar no sangue, acompanhada de um"nevoeiro", mental, fadiga, ansiedade e um sentimento desesperado de fome que ocorrem em ciclos de 90-120 minutos.

Coloque tudo isso junto: grãos de trigo e afins são potentes estimulantes do apetite e obesogênicos - alimentos que fazem você engordar. Para piorar a situação, somos aconselhados por fontes nutricionais "oficiais" para incluirmos grãos em cada refeição, e os fabricantes de alimentos colocam trigo em quase todos os alimentos processados desde balas até a sopa de galinha. Trigo e grãos saudáveis no café da manhã, no almoço, no jantar, nos lanches.

Não é de se admirar que americanos sejam os que consomem mais alimentos per capita do que qualquer outra nação do planeta e agora tenham o título de a população mais gorda na história do mundo?

O lado bom de tudo isso é que se você reconhecer esses fatos essenciais, estará livre da fome e da constante busca por mais carboidratos derivados dos grãos, desfrutará de longos períodos sem pensar em comida como Pauline, e a fome será apenas um lembrete suave que você deve comer para seu sustento.


____________


Mais alguns artigos interessantes:

Como comecei

Você não come mais pão?

Quantos carboidratos você deve comer por dia pra perder peso

Um guia de refeições Low Carb

Porque eu não conseguia emagrecer

Reaprendendo a comer GORDURA

Gordura não te faz engordar




Sugestões de livros e programas sobre a Dieta Paleo - Low Carb? Veja aqui


Saiba das novidades do Menos Rótulos por e-mail:




Siga MENOS RÓTULOS no Facebook e Instagram

 As informações contidas neste blog são relatos pessoais, ou artigos traduzidos com as devidas referências, não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer condição médica e não devem ser usadas como um substituto para o cuidado e orientação de um médico / nutricionista.