CAFÉ TURBINADO


Não me lembro desde quando tomo café sem açúcar, mas sempre tomei café com leite, pelo menos 2 xícaras pela manhã e duas à tarde. Desde que descobri minha intolerância à lactose e entendi a causa do mal estar depois de tomar meu querido café, procurei alternativas pra diminuir o desconforto.

Tomar uma dose de lactose a cada vez que eu tomasse café com leite, ficava meio caro... O leite baixa lactose, seria outra opção, nem tão barata e nem tão saudável...

A primeira vez que vi um café com manteiga, fiquei surpresa, mas já estava me surpreendendo com tantas novidades no mundo Paleo, Low Carb, Primal que resolvi experimentar.

Depois de um tempo seguindo a alimentação de baixo carboidrato, o meu café turbinado já virou um hábito! Como eu não tenho fome pela manhã, tomo este café por que gosto e assim acabo prolongando o intervalo entre as refeiçoes (a última de ontem e a primeira de hoje). Mas este período sem comer não poderia ser considerado como um jejum intermitente, já que jejum significa não ingerir calorias.


Então vamos à receita!

Numa canecona, coloque até a metade de café quente, uma colher de chá de manteiga e uma colher de chá de óleo de coco. A quantidade fica a seu gosto, pode ser mais que isto, mas pra mim está bom. Pegue o mixer e misture. A caneca maior garante que o líquido não extravase. Você também pode adicionar canela, noz moscada, cacau em pó, adoçante da sua preferência, ou ainda optar pelo óleo de coco saborizado com laranja ou limão, que deixará seu café aromatizado. Chique né?





Porque colocar gordura no café?

- A manteiga proveniente de animais alimentados a pasto tem a melhor razão de ômega-6 / ômega-3 e é uma boa fonte de vitaminas K, A, B2 e B5. A manteiga fornece gorduras saudáveis ​​para o seu cérebro e corpo criarem membranas celulares e hormônios. O butirato, ácido graxo de cadeia curta, que se pensava ser ruim para saúde, tem sido associado à prevenção de doenças neurodegenerativas, aumento do gasto energético, e também é anti-inflamatório, evitando mais doenças do coração.

- Queimar gordura. A gordura por ser neutra do ponto de vista glicêmico e não induzir a produção de insulina, mantém o seu corpo no "modo queima de gordura", contribuindo para reduzir a massa de gordura corporal (a começar pela gordura visceral/abdominal), o que é benéfico especialmente para indivíduos com excesso de peso e diabéticos. Os triglicérides de cadeia média (MCT em inglês) do óleo de coco são usados como fonte de energia prontamente utilizável e por isto tem menos chances de ser acumulada no tecido adiposo.


- Energia
Café "Turbinado" dá energia para o corpo, bem como aumenta sua função cognitiva deixando sua mente ágil por algumas horas. O consumo de óleo de coco fornece um tipo de energia alternativa ao cérebro, ao invés da glicose (muito indicado para  indivíduos portadores da Doença de Alzheimer e outros transtornos mentais), impedindo assim a perda cognitiva, porque protege as células neurais que estão em risco de serem extintas.

- Começar o dia
Óleo de coco e manteiga em seu café é uma alternativa rápida para as pessoas com pouco tempo, ou que não tem muito apetite pela manhã, mas que não abrem mão do café para começar o dia.

Experimente!



Outros artigos que podem te interessar:

SUBSTITUIR A MANTEIGA POR MARGARINA NÃO REDUZ O RISCO DE DOENÇA CARDÍACA

Pare de beber leite desnatado

O que um médico gostaria que as pessoas soubessem sobre Gordura




Siga MENOS RÓTULOS no Facebook e Instagram

 As informações contidas neste blog são relatos pessoais, ou artigos traduzidos com as devidas referências, não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer condição médica e não devem ser usadas como um substituto para o cuidado e orientação de um médico / nutricionista.